quinta-feira, 27 de junho de 2013

Cerca de duas mil pessoas saem às ruas de Mossoró para pedir paz e segurança.


Manifestação em Mossoró segue tendência que se espalha pelo país
Cerca de duas mil pessoas saíram às ruas mossoroenses para dar um grito de "Chegaaaaa!". Vestidos de branco, com cartazes de protesto e flores em punho, participantes e apoiadores do grupo "Chegaaaaa!!! Paz Mossoró" percorreram ontem as principais ruas da cidade ecoando um desejo comum a todos os cidadãos potiguares: mais segurança para a cidade. 
E foi justamente este sentimento comum de insegurança que fez o movimento, nascido de uma página no Facebook, fortalecer e ganhar às ruas, levando a todos um grito há muito tempo guardado na garganta dos cidadãos: "Chegaaa!!! Chega de impunidade, chega de descaso, chega de desigualdade, principalmente, chega de insegurança. 
O pedido pela paz e o desejo de contribuir para essa paz acompanharam os cidadãos desde a concentração no Memorial da Resistência de Mossoró (MRM) até a praça Rodolfo Fernandes, conhecida como Praça do Pax. Crianças, jovens, adultos, idosos, todos sem distinção caminharam pacificamente pelas ruas de Mossoró dispostos a fazer seu apelo chegar às autoridades responsáveis e possibilitar que a segurança não seja apenas um sonho distante. 
Para o fotógrafo Carlos Fernandes, um dos criadores do grupo, este primeiro momento é o passo inicial na luta conta a violência. "Muitas pessoas compareceram à mobilização vestindo as camisetas. Isso mostra que todos querem paz para Mossoró. Os índices de violência não podem continuar como estão", diz. 
O fotógrafo Ricardo Lopes, também criador do grupo, avalia a mobilização como bastante positiva. "Este é só o começo. Outras mobilizações serão feitas na cidade. Vamos unir nossa voz para pedir paz para nossa cidade", declara, enfatizando o principal objetivo do grupo. 
Todo o percurso foi acompanhado pela Polícia Militar. Mais que garantir a ordem e a tranquilidade do movimento, os policiais, como peça importante na engrenagem da segurança pública, também estavam apoiando a causa. O comandante do 2º Batalhão de Polícia Militar (BPM), tenente-coronel Alvibá Gomes, destaca que a polícia está participando ativamente para fortalecer o movimento. 
"Para a polícia fazer um bom trabalho precisa de estrutura, de um bom efetivo, mas sabemos que a questão de segurança não se resume ao policiamento. É preciso o desenvolvimento de políticas públicas para prevenir a criminalidade, a conscientização dos cidadãos e o fortalecimento da relação cidadão e família. Também é importante a participação do cidadão em atos como este, de fazer chegar às autoridades públicas o desejo de mudança" declara. 
A manifestação conta com o apoio do Sindicato do Comércio Varejista de Mossoró (Sindivarejo), Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), Associação Comercial e Industrial de Mossoró (Acim), Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Igreja Católica, entre outras entidades.
Lojas fecham e comércio para por uma hora em apoio ao movimento
Alguns lojistas fecharam os seus estabelecimentos comerciais ontem das 9h às 10h. A medida teve como objetivo apoiar o movimento "Chegaaaaa! Paz Mossoró", além de possibilitar que os funcionários das lojas participassem do movimento. 
Alguns lojistas afixaram cartazes em seus estabelecimentos, tanto com o símbolo do movimento quanto com frases de protestos pela insegurança na cidade. Muitos deles também se organizaram em frente as suas lojas, apoiando os cidadãos em passeata por segurança. 
O presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), Alexandrino Lima, que estava presente ao movimento "Chegaaaaa!!!", enfatizou a importância do momento, em especial para os lojistas que estão entre as mais frequentes vítimas da onda de violência que assola a cidade. 
"Muitos comerciantes estão fechando as portas na hora do almoço assustados devido ao grande número de assaltos. Por isso, estamos apoiando o grupo e unindo nossa voz no pedido de mais segurança para nossa cidade", declara Lima.

Nenhum comentário:

Postar um comentário