quarta-feira, 31 de julho de 2013

Aeroportuários pedem reajuste e paralisam atendimento no RN.

Serviços operacionais e de manutenção serão prejudicados em greve.
Categoria pede reajustes no salário e nos ganhos em produtividade.

Aeroporto Internacional Augusto Severo, na Grande Natal (Foto: Canindé Soares)Voos e decolagens ficaram suspensos por 2 horas
(Foto: Canindé Soares)
Os aeroportuários do Rio Grande do Norte estão em greve desde a meia-noite desta quarta-feira (31). A paralisação nacional também teve adesão no estado, que pode sofrer com atrasos de voos ao longo do dia. Os serviços de manutenção e operacionais devem ser os mais prejudicados. O Sindicato dos Aeroportuários realiza um ato na manhã desta quarta no Aeroporto Internacional Augusto Severo, em Parnamirim, na Grande Natal.

De acordo com o presidente do Sindicato dos Aeroportuários, Lenir Dantas, a categoria pede um reajuste de 7% nos salários e 9% nos ganhos em produtividade. "No geral queremos 16%. Enquanto isso, a diretoria da Infraero [Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária] receberam 26%", afirma. Uma reunião entre a diretoria da Infraero e os aeroportuários deve acontecer às 14h no Aeroporto de Congonhas, em São Paulo, segundo informou Lenir Dantas.

O presidente do sindicato acrescenta que a data de negociação deveria acontecer em 1º de maio, mas a Infraero só convocou o encontro no fim de julho. "Além do atraso, a proposta não nos atendeu", reforça.

Nenhum comentário:

Postar um comentário