segunda-feira, 1 de julho de 2013

Delegacias de Polícia do RN: Depósitos de Problemas.

O Rio Grande do Norte dispõe somente de 12 delegacias, sendo duas na capital, que funcionam em regime de plantão. Elas precisam dar conta das ocorrências dos 167 municípios do estado, no entanto apenas em Natal e Mossoró essas DPs têm equipes específicas. Para as demais cidades, as Delegacias Regionais (DPRs) são as responsáveis pelo serviço oferecido fora do horário comercial de segunda a sexta-feira, atuando com o próprio efetivo.

Nos finais de semana, elas contam com auxílio de profissionais lotados em delegacias distritais localizadas dentro de sua área cobertura, que não recebem por esse trabalho extra. O problema se agrava ainda mais quando esses delegados respondem por DPs de mais de um município. Há casos em que eles acumulam o trabalho em até 11 delegacias.

Com equipes defasadas e insuficientes para a demanda de ocorrências, as Delegacias de Plantão das zonas Sul e Norte de Natal são um “quebra-galho” para a população durante as madrugadas e os finais de semana e refletem o problema de todo o RN. A reportagem da TRIBUNA DO NORTE acompanhou por uma noite os profissionais das duas DPs e pôde constatar a dificuldade encontrada pelos agentes e delegados da Polícia Civil para o desempenho de seu trabalho.
Além da falta de infraestrutura e equipamentos, as delegacias de polícia do RN trabalham com baixo número de policiais civis
Além da falta de infraestrutura e equipamentos, as delegacias de polícia do RN trabalham com baixo número de policiais civis

O acompanhamento começou às 18h, na Plantão Zona Sul. Em um dia incomum no que diz respeito à quantidade de crimes cometidos, segundo os agentes, até as 6h da manhã do dia seguinte havia-se feito 25 registros, entre Boletins de Ocorrência e Termos Circunstanciados. Um número considerado baixo. Foram três assaltos a transporte coletivos,  atendimento mais recorrente durante as noites. Houve também um homicídio, além de registro de agressão e roubos.

Para continuar lendo, click aqui.

*Tribuna do Norte

Nenhum comentário:

Postar um comentário