terça-feira, 2 de julho de 2013

Felipão promete testar base atual com novos nomes para 2014.

Fred beija trofeu da Copa das Confederações: 2014 em vista (foto: Tânia Rego/ABr)
Nas contas de Luiz Felipe Scolari, cerca de 80% dos campeões da Copa das Confederações farão parte de sua lista para a Copa do Mundo de 2014. O treinador da Seleção Brasileira se mostrou contente com a base atual, que bateu a Espanha na final do torneio intercontinental, contudo prometeu fazer testes com outros jogadores.
"Todos os 23 (convocados) foram analisados. Ainda tenho outras análises a fazer para, depois, chegar à convocação. Não é por ter ganhado o título, mas de 70% a 80% do grupo provavelmente vou manter, para depois acrescentar um ou outro nome. É mais ou menos isso que estou prevendo", disse, logo depois de vencer os atuais campeões mundiais por 3 a 0.
"Esse grupo está muito bom, mas tenho que olhar mais gente. Não prometo que seja esse grupo, e eles sabem disso, não escondi nunca deles. Vou fazer mais análises", reforçou.
Nomes como Ronaldinho Gaúcho e Kaká, não chamados por ele desta vez, em tese ainda podem alimentar esperanças. Ambos foram citados nominalmente na última pergunta da entrevista. Sem direcionar a resposta para os meias, o treinador assegurou chances a quem se destacar nos próximos meses.
"A porta está sempre aberta a grandes jogadores. Vamos fazer observações em jogos e amistosos para ver quais os melhores para 2014. Todos serão observados e bem recebidos no momento em que formos convocar. A porta está aberta para todos", comentou.
Não há garantia de amistosos contra grandes seleções, porém. "Não tenho interferência nisso, porque é uma empresa que organiza, e a gente tem que cumprir. À medida do possível, vou opinar. Gostaria de enfrentar equipes mais fortes do que a minha, como Alemanha, França novamente, Itália... Pois a gente ainda tem muita coisa a aprender", finalizou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário