terça-feira, 23 de julho de 2013

Papa fará 16 trajetos em carro aberto no Brasil.

O papa Francisco exigiu e vai subir no papamóvel aberto e percorrer trajetos sem a proteção de vidros blindados em 16 ocasiões em apenas uma semana no Brasil.

Pelos planos, o pontífice ficará mais de três horas exposto à multidão, caso não haja chuva nem manifestações que obriguem mudanças da agenda.

As informações foram divulgadas pelo Vaticano, em seu programa oficial em Roma.

A decisão de manter o contato direto com o povo foi do papa, que insiste que chegou o momento de a Igreja “sair” para as ruas. Em maio, o Vaticano chegou a divulgar que o veículo seria blindado, mas, ao saber, Francisco ordenou a mudança. Será a primeira vez que um papa circulará fora de Roma no jipe aberto em mais de 30 anos.

Na sexta-feira, 19, organizadores da viagem do papa no Vaticano se mostraram surpresos com as informações divulgadas anteontem no Rio pelas autoridades de que a chegada do pontífice havia sofrido mudanças e que, por exigência do papa, o carro fechado seria trocado por um aberto.

O Vaticano negou que tenha havido mudanças e, para provar, mostrou que em seu guia - pronto há uma semana - o trajeto em carro aberto sempre esteve previsto.

Procurados pela reportagem, os responsáveis no Rio pela organização do trânsito e da segurança durante a Jornada insistiram que houve, sim, alteração. Segundo eles, o passeio do papa pelo centro em carro aberto não estava previsto na agenda oficial do Vaticano enviada às autoridades brasileiras.

Nenhum comentário:

Postar um comentário