sábado, 28 de setembro de 2013

JOVEM MATA EX-NAMORADA POR NÃO ACEITAR FIM DO RELACIONAMENTO.


Autor demonstrou ser um sujeito frio e calculista, inclusive chegou a chalacear em seu interrogatório.
A dissolução de um relacionamento terminou de forma trágica na tarde dessa quarta-feira, 25, na cidade de Senador Pompeu, no Sertão Central Cearense. Um jovem não aceitando o rompimento afetuoso, resolveu ceifar a vida de uma mulher que possivelmente acreditava que era sua propriedade.
O crime foi na Rua Samuel Cambraia, no bairro Pavãozinho, no quintal da residência da vítima. A polícia relevou que o homem em seu depoimento demonstrou ser um sujeito frio e calculista, também chamou a atenção dos policiais quando revelou que não se arrependia do seu feito. O autor até chegou a rir em seu interrogatório.
O elemento Edson Benicio Paiva Junior, 19 anos, natural de Senador Pompeu, mediando o emprego de uma peixeira esfaqueou a estudante Antônia Jeane Gonçalves Pinheiro de Sousa, 18 anos. Por telefone o inspetor Armando, lotado na Delegacia Regional de Polícia Civil de Senador Pompeu, disse que a Perícia Forense do Estado do Ceará – PEFOCE detectou oito perfurações.

Policiais Militares da 2ª Companhia do 9° Batalhão da Polícia Militar passaram a diligenciar, minutos depois conseguiram prender Edson Benicio em flagrante delito e levaram até a Delegacia Regional de Polícia Civil de Senador Pompeu, onde populares tentaram invadir a unidade policial e linchar o criminoso.
O inspetor Brendson de Oliveira, lotado na Delegacia Municipal de Mombaça, disse por telefone que Edson Benicio teve que ser transferido imediatamente para ser ouvido em Mombaça. “Populares queriam linchar esse criminoso, que por sinal, em seu interrogatório demostrou ser um sujeito frio, ele cogitou que era a moça que o amava”. O inspetor inteirou ainda que o homicida pulou o muro da casa da vítima, “eles eram vizinhos, acredita-se que, o sujeito percebeu que ela estava sozinha no quintal e pediu pra voltar o namoro com o mesmo, ao receber a recusa da vítima, esfaqueou-a”. O Delegado Hélio Silveiro colheu o depoimento do autor.

Nenhum comentário:

Postar um comentário