sábado, 19 de março de 2016

Em Natal, grupo faz ato em defesa do governo Dilma e em apoio a Lula

Manifestantes fizeram um ato a favor do governo Dilma Rousseff (PT) e em apoio ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva na tarde desta sexta-feira (18) em Natal. O grupo de concentrou em frente ao shopping Midway Mall, na Zona Sul de Natal, e seguiu até a praça da Árvore de natal, em Mirassol, bairro também da Zona Sul. O protesto começou às 15h e foi encerrado às 19h.

Às 17h15, representantes da Frente Brasil Popular disseram que 30 mil pessoas estão presentes no evento. A Polícia Militar informou às 19h que eram 17 mil pessoas.

Desde o início do protesto, os manifestantes entoaram palavras de ordem em apoio ao ex-presidente Lula, à presidente Dilma e contra o golpe. Faixas e cartazes em apoio a nomeação de Lula como ministro da Casa Civil e contra a atuação do juiz Sérgio Moro também foram levados pelos manifestantes.

De acordo com o coordenador do DCE da UFRN, Pedro Lima, a atuação do juiz federal Sérgio Moro está sofrendo interferência de pressões políticas. "Moro vem tomando posturas inconstitucionais e consolidando um clima de insegurança no país. Um impeachment sem fundamento jurídico e meramente articulado por pressões políticas. A defesa da democracia é imprescindível agora e sempre", disse.

A presidente da CUT no RN, Eliane Bandeira, pediu que o voto do povo seja respeitado. "Esse ato significa que os movimentos sociais e sindicais estão reafirmando que querem democracia. Não aceitamos golpe. Queremos que o voto do povo seja respeitado, mas cobramos do governo mudanças na política econômica. Não vamos aceitar a criminalização do PT. Não somos contra as investigações, mas queremos que todos sejam investigados. Também não aceitamos que o judiciário vá contrário ao que diz a Constituição", declarou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário